image

Agents of S.H.I.E.L.D 4×16: A volta da série

Como diria Clarice Falcão: Polícia abaixem as armas e troquem carícias, porque agente voltou. A piada foi ruim, mas o retorno de Agents of SHIELD foi bom. Com uma nova abertura que traz de volta a maior rival da SHIELD, o episódio pós hiatos veio revelar como o mundo da Estrutura funciona, mas logo de cara podemos perceber que as coisas nesse mundo não estão como Radcliffe havia idealizado.

» Veja mais sobre séries e filmes

Como foi revelado em Self Control Daisy e Jemma invadiram a realidade alternativa criada por Radcliffe e Aida, para conseguir libertar Coulson, May, Mack e Fitz dessa prisão mental e principalmente dos domínios de Aida, que se tornou a nova vilã, demônio que você respeita. E uma das primeiras cenas exibidas sobre a chegada das agentes na Estrutura, revela que Daisy e Ward estão juntos como namorados e  com o retorno de AoS é revelado de cara que Tremor está sem os seus poderes.

Além de estar sem poderes e em um relacionamento com Ward, Daisy se vê como Skye novamente (que saudades desse nome). Na Estrutura Ward ainda tem seus problemas, mas como foi no mundo real, é completamente apaixonado por Skye/Daisy e de forma digamos mais saudável e coerente faz de tudo para proteger a amada, fazendo até mesmo parte da resistência.

Falando na resistência, a Estrutura é um mundo muito realista e no mundo real o que não falta são conflitos e forças opostas que não cansam de se enfrentar, como a velha discussão sobre bolacha e biscoito. Sendo assim, a Estrutura apresenta Hydra como a grande organização anti-Inumanos e salvadora da pátria, mas não importa em que mundo Hydra esteja ela nunca perde seu ar nazista e isso sempre cria opositores. Contudo, um mundo totalmente criado para ser perfeito não era necessário existir conflitos, o que nos faz questionar os objetivos de Aida com tudo isso.

Enquanto Daisy tenta se acostumar com esse novo mundo e se segurar para não socar Ward, ela conhece a May da Estrutura, que continua com o mesmo humor adorável, porém agora serve a Hydra e por ter salvo a Inumana de Bahrein acaba sendo indiretamente culpada pela morte de centenas de pessoas causadas por essa mesma Inumana. Além de May, Daisy também encontra Vijay e o Doutor, esse último o pesadelo dos Inumanos e um dos mais respeitados pelos agentes da Hydra, também conhecido como Fitz. É bem surreal e não muito convincente ver Fitz como um cara frio, durão e perverso que nas horas vagas dá uns beijos na demônia androide.

Lincoln e Jemma estão mortos na Estrutura, Daisy descobre isso rápido, o que nos deixa curiosos para saber como as coisas funcionam para Jemma chegando nesse novo mundo, até que por um momento nos vemos em TWD e não em AoS, quando Jemma sai da terra como um zumbi, revelando de cara que sua morte naquele mundo foi um assassinato e não um acidente como Daisy havia descoberto.

Todos esses acontecimentos de “What If” anteriormente citados, já deixam claros que Daisy e Jemma terão um bom tempo nesse novo mundo resolvendo todas esses mistérios bem realísticos para um mundo virtual, ainda mais após ambas tentarem sair da Estrutura através do dispositivo de extração, mas elas não conseguem, sendo impedidas por Aida que teme que Fitz veja Jemma, mas ao mesmo a mantém presa nesse mundo virtual.  

Antes de Daisy e Jemma tentarem escapar da Estrutura, cada uma acaba tendo um momento com o Coulson desse novo mundo. Primeiro Jemma, após escapar de sua vala, pedir uma carona, ser expulsa do carro por ser da SHIELD, fugir da Hydra, roubar um carro e meter a porrada em dois agentes da Hydra (como essa garota mudou), ela encontra Coulson como um professor de história, que fala mal da SHIELD e exalta Hydra. Esse é outro ponto inacreditável do episódio, porém Coulson é mais convincente que Fitz.

Depois do encontro com Jemma e de ter sido lembrado por ela do Tahiti, Coulson mesmo após denunciá-la para Hydra, começa a perceber que há algo errado, começa a se sentir diferente analisando coisas que o faziam percebe, que não pertencia aquele lugar, e quando Daisy vai até ele insistindo para que se lembre da realidade, o ex-Diretor lembra de Daisy.

Muita coisa ainda tem que acontecer dentro da Estrutura e “What If” foi capaz de nos deixar curiosos para saber mais, principalmente sobre os objetivos de Aida e do grande motivo de tanto ódio as aos Inumanos nesse mundo virtual. Outras coisas como os relacionamentos e acontecimentos envolvendo os nossos agentes na Estrutura, também causam curiosidade. E será que saberemos mais do Mack desse mundo no próximo episódio?

E vocês,o que acharam de “What If” ? E do mundo na Estrutura? Deixem seus comentário, críticas, sugestões e até a próxima!  ?  

» Siga o Serializando no Facebook, no Twitter e Instagram para saber todas as notícias das suas Séries e Filmes favoritos!