big-little-lies-sampling-632x354

Big Little Lies: A Nova Minissérie da HBO

Big little lies estreou no dia 19 de fevereiro mostrando a que veio! Palmas para HBO, a série baseada no livro homônimo de Liane Moriarty (Pequenas grandes mentiras, título no Brasil), em seu primeiro episódio conseguiu se mostrar capaz de atender as expectativas dos que aguardavam por ela.

» Veja mais sobre séries e filmes

Já tendo lido o livro que deu origem a série, é difícil não criar grandes expectativas e não esperar algum tipo de fidelidade da série para com a história do livro. Contudo, a série mostra qualidade e fidelidade, obviamente há pontos diferentes entre a obra escrita e encenada, mas isso até então, só torna a série melhor. Ainda é cedo para fazer aquele comparativo injusto de quem é melhor, o livro ou produto audiovisual, porém já é nítido que vale a pena consumir os dois.

A abertura da série é ótima, pontuando com imagens de forma sutil todo clima na história e mergulhando o público no mundo de Big little lies, a música Cold Little Heart contribui ainda mais para esse processo, com uma melodia e letra que se encaixam perfeitamente a trama.

A primeira cena de “Somebody’s Dead” mostra que ocorreu um assassinato, e a fotografia da cena permite sentir o clima de confusão e mistério causado pelo crime, ainda não é revelado quem morreu e muito menos quem matou, mas fica claro que foi um assassinato. E se a série continuar seguindo o livro, esse mistério sobre a vítima e o assassino só será revelado no último episódio.

Madeline, Jane e Celeste são as protagonista da série e o primeiro episódio introduz a realidade delas de maneira eficiente. Madeline uma mulher expansiva, com forte caráter de liderança, que tem uma bela família, mas ainda tem muitos problemas com seu ex-marido, que assim como ela tem uma filha iniciando a 1ª série, na mesma escola que a sua, além de terem que lidar com Abigail a filha mais velha de ambos. Madeline sente que está perdendo sua filha para o ex-marido e sua nova esposa Bonnie, mas talvez Abigail também sinta que está perdendo sua mãe para Chloe, sua irmã mais nova com síndrome de abelha rainha.

 big-little-lies1

Jane é uma jovem mãe solteira, que decide se mudar para Monterey com seu filho Ziggy, no caminho para escola do menino, Jane conhece Madeline que a adota como sua mais nova amiga e Chloe faz a mesma coisa com o pequeno Ziggy. Jane parece tímida e insegura, e na cena em que corre sozinha na praia, a luta constante com um passado doloroso e misterioso fica clara, mas também é claro o amor por seu filho e como ela irá protegê-lo. Assumo que fiquei receosa sobre a escolha de Shailene Woodley para esse papel, mas assim como Reese Witherspoon e Nicole Kidman, ela parece ter se encaixado bem ao personagem.

Celeste a linda, sexy e invejada mãe de gêmeos, dona de uma bela casa, com uma ótima condição financeira e com um marido perfeito, ou quase isso. Celeste parece viver uma vida perfeita e Perry seu marido parece ser o pai ideal, mas muita perfeição é algo para se estranhar. Em uma atitude gratuitamente agressiva, o casal Celeste e Perry mostram que a vida deles não é o conto de fadas que parece ser.

“Somebody’s Dead” merece elogios e deixa aquela ansiedade para o próximo episódio. Com atuações cativantes, uma fotografia que casa muito bem com a história e uma trilha sonora interessante, Big little liars parece ser uma ótima produção de Reese Witherspoon e Nicole Kidman exibida pela HBO, daquelas que te darão vontade de maratonar em um dia. E a série ainda trata de forma interessante, o tema sobre o papel das mulheres na sociedade.

Obs: Merrin Dungey fica bem no papel de policial, para quem viu Conviction sabe do que estou falando.

E vocês, o que acharam do primeiro episódio de Big little lies? Deixem seus comentários, críticas, sugestões e até a próxima! 😉 

» Siga o Serializando no Facebook, no Twitter e Instagram para saber todas as notícias das suas Séries e Filmes favoritos!